07 jul

Rodrigo Piva, com disco novo na praça, lança no ar uma sugestão no balanço da bossa: “Você já foi a Floripa?”

Posted by piva Categories: Destaque, noticias, Releases

(por Gerdal José de Paula)

“Era uma noite tão clara/lua cheia na sala/e eu saí por aí/te procurando com calma/nas esquinas da alma/quando eu me perdi/a tua ausência me invade/me parte pela metade/e a metade que resta/ainda chama por ti…”

Porto-alegrense há muito fixado na capital catarinense, onde, em paralelo à lida musical, desenvolve a lida como analista jurídico do Tribunal Regional Eleitoral, o cantor, compositor e violonista Rodrigo Piva (foto abaixo) vem trabalhando, na praça sulista, o seu terceiro e ótimo disco autoral, “Na Garganta do Artista” (capa também abaixo). Aliás, não é de estranhar que ele faça música de qualidade com letra de expressão – como no abolerado de “Noite Clara”, dos versos em epígrafe -, pois é um sujeito que soube herdar tal predicado do avô ilustre, um dos maiores compositores gaúchos, Tulio Piva, autor de um grande sucesso gravado, em 1958, por Germano Mathias, o samba-batucada “Tem Que Ter Mulata” (“O samba pra ser samba brasileiro/tem que ter pandeiro, tem que ter pandeiro/o samba pra ser samba, na batata/tem que ter mulata, tem que ter mulata…” Gaúcho da fronteira (com a Argentina, nascido em Santiago do Boqueirão, também cidade natal do escritor Caio Fernando Abreu), Tulio fez cartaz na capital do seu estado como sambista e lá, além de drogaria, foi proprietário do bar Gente da Noite (também título de outro de seus sucessos), referência boêmia por dez anos e reduto acolhedor de Vinicius, Caymmi e outros nomes famosos egressos do eixo Rio-São Paulo que por lá estivesssem. Nesse bar, quando adolescente, Rodrigo, juntamente com Rogério Piva, seu irmão e exímio bandolinista, iniciou carreira acompanhando Tulio e, com ele, apresentando-se ainda em atrações de rádio e tevê e shows pelo interior gaúcho.

Com o talento no DNA, Rodrigo, em princípios dos anos 80, já “de maior”, partiu para rumos próprios na carreira, participando, vitorioso, de festivais universitários e tocando com Rogério em um grupo de choro, Vibrações, de que ainda tomaram parte grandes instrumentistas do gênero na cena de Porto Alegre: Lúcio do Cavaquinho e Jessé Silva. Nos albores da década seguinte, seduzido pela magia de Florianópolis, passa a viver, após aprovação em concurso público para o exercício do Direito, nessa urbe insular, onde, sem prescindir da cátedra musical, grava os seus discos, sendo os dois primeiros “Contraste Brasil”, de 1996, e “Menina de Floripa”, de 2002, este contando com a participação de uma “manezinha” (nativa da ilha) muito especial, sua filha, Cássia, então com cinco anos, na faixa-título (ouvida no terceiro “link” abaixo).

Os dois primeiros “links” são do disco atual – a bossa “Você Já Foi a Floripa?” e o samba-exaltação ao samba “Na Garganta do Artista”, respectivamente -, ao passo que, no quarto, Rodrigo é visto em cena de recente show de lançamento, no mês passado, no Teatro de Câmara Tulio Piva, ao lado de outro porto-alegrense, Nélson Coelho de Castro – destacado compositor em seu estado, no qual foi, em 1979, o primeiro artista a lançar disco independente -, ambos cantando “Tem Que Ter Mulata”.

No “link” final, uma entrevista com Rodrigo Piva em rádio catarinense, sobre o novo CD, e participação especial do pianista Cristóvão Bastos.

Pós-escrito: destaco ainda nestas linhas sobre o novo disco do amigo Rodrigo Piva, a participação brilhante e especialíssima, em algumas faixas, do acordeonista Alessandro Kramer, o Bebê. Nascido em Vacaria, pude conhecê-lo – e, mais adiante, vê-lo tocando – no Lapinha, no ano passado, em noite em que, a uma das mesas do bar, estava acompanhado de outro virtuose, o passo-fundense Yamandu Costa. Para sorte e satisfação dos cariocas, dois gaúchos de toque primoroso que moram no Rio.

 

 

 

 

 

http://www.youtube.com/watch?v=fjli4l-Pw00&feature=related (“Você Já Foi a Floripa?”)

http://www.youtube.com/watch?v=n4xkOjgLpWE&NR=1 (“Na Garganta do Artista”)

http://www.youtube.com/watch?v=Xo37VHHyeAA (“Menina de Floripa”)

http://www.youtube.com/watch?v=btJ-GZYS8h8 (“Tem Que Ter Mulata”)

http://www.youtube.com/watch?v=hLUIu53xJyc&feature=related (entrevista com Rodrigo Piva e Cristóvão Bastos – 14 min)

 

Share on Facebook
Deixe uma resposta
  1. XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>